Postal do Algarve

Postal do Algarve
Postal do Algarve

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Tavira - Igreja de Santa Maria do Castelo

A Igreja de Santa Maria do Castelo foi edificada entre os séculos XIII e XIV, após a conquista de Tavira pela Ordem de Santiago (1242). Esta igreja apresenta três naves com alturas diferenciadas. Em 1415, após a conquista de Ceuta, foram aqui armados cavaleiros os filhos de D. João I. 



Fachada principal




Portal principal

Capitéis do portal principal

Capitéis do portal principal






Friso renascentista reaproveitado numa janela lateral





Torre do Relógio










Janela gótica de uma capela colateral da cabeceira




Uma das estações da Via Sacra, esculpidas em pedra e embutidas nas paredes exteriores.




quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Tavira - Torre de Tavira

A Torre de Tavira encontra-se instalada no antigo Depósito de Água de Tavira, que se situa no ponto mais alto de Tavira, o Alto de Santa Maria, a quase 100 metros acima do nível do mar. Este depósito mede aproximadamente 11 metros de altura e encontra-se no centro histórico da cidade de Tavira.
O Depósito de Água de Tavira foi inaugurado em 1931 a fim de abastecer toda a cidade de Tavira. Posteriormente, a construção de barragens tornou-o obsoleto. A partir de 1981 ficou desativado.
Em parceria com a Câmara Municipal de Tavira, que cedeu o antigo e abandonado depósito de água por um período de 25 anos, a CDEPA (Casa da Cultura, Ciência e Actividades Turísticas) converteu-o na primeira Câmara Obscura do Algarve.
A Câmara Obscura foi a primeira descoberta importante para a fotografia. Trata-se de um simples princípio óptico, utilizado por Leonardo da Vinci. Esta câmara é composta por um espelho móvel e duas lentes de aumento fixas colocados no final de um tubo, situado numa cavidade acima e para fora do depósito. A luz entra através da cavidade, incide sobre o espelho e passa pelas lentes, fazendo com que a imagem a 360 graus, em tempo real e em movimento se reflicta num écran horizontal com dois metros de diâmetro.
Cada visita tem a duração de 15 minutos e um limite de 15 pessoas, que são acompanhadas por um guia que apresenta uma explicação sobre o património histórico-cultural da cidade.



Torre de Tavira vista do Museu Municipal de Tavira - Palácio da Galeria
 

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Tavira - Museu Municipal de Tavira – Palácio da Galeria

O Palácio da Galeria situa-se no Alto de Santa Maria (Calçada da Galeria). A origem deste palácio, o mais nobre edifício civil da cidade de Tavira, data provavelmente da Idade Média conforme testemunham os vãos góticos no seu interior. No séc. XVI, foi construída uma notável galeria renascentista.
Até 1737, o Palácio da Galeria pertenceu à nobreza local ligada à terra e à defesa das praças de África. Posteriormente, teve os seguintes sucessivos proprietários: a irmandade que geria o Hospital do Espírito Santo; o brigadeiro Francisco da Silva Pacheco, ministro da Ordem do Carmo de Faro e sobrinho do Bispo D. António Pereira da Silva; e o desembargador João Leal da Gama Ataíde, que recrutou Diogo Tavares de Ataíde, o arquitecto e mestre-de-obras algarvio mais distinto do séc. XVIII, para remodelar o palácio em meados do séc. XVIII.
Diogo Tavares de Ataíde, designado por entalhador de pedra, é responsável pelas formas dinâmicas e barrocas da fachada do palácio, destacando-se os vãos e o portal com molduras lavradas com motivos geométricos nas ombreiras e verga arquitravada. No interior, o mestre restaurou a galeria quinhentista que baptizou o palácio, através da manutenção das suas colunas e capitéis antigos e da sobreposição de arcos novos com incisões decorativas.
Nos séculos XIX e XX, o Palácio da Galeria deixou de ser residência nobre passando a pertencer à Câmara de Tavira e a ter diversas funções, desde Tribunal a Escola Técnica.
Atualmente, encontra-se aqui instalado o núcleo central do Museu Municipal de Tavira, inaugurado em 2001, após obras de reabilitação.
 














Átrio do Palácio da Galeria




Poço Nº 2





























 
 

Exposição temporária “Memória e Futuro”, patente até 31 de Dezembro de 2014:














































































 
 

Exposição temporária “Dieta Mediterrânica- Património Cultural Milenar”, patente até 29 de Março de 2014:











Créditos - Kärsti Stiege